STF condena Dirceu a 2 anos e 11 meses de prisão por formação de quadrilha

O ex-ministro José Dirceu foi condenado a 2 anos e 11 meses de prisão nesta segunda-feira por formação de quadrilha na ação penal do chamado mensalão julgada no Supremo Tribunal Federal (STF).

Reuters

12 de novembro de 2012 | 15h28

O relator do processo, Joaquim Barbosa, mudou a ordem anunciada para votação da dosimetria dos réus condenados e iniciou nesta segunda-feira a análise do núcleo político e do ex-ministro José Dirceu, condenado por formação de quadrilha e corrupção ativa.

Barbosa condenou José Dirceu a 2 anos e 11 meses por formação de quadrilha, voto que foi acompanhado por todos os ministros que condenaram o réu.

A decisão causou novos embates na Corte e o ministro relator, Ricardo Lewandowski, acabou por se retirar do plenário depois de protestar pela falta de transparência do relator.

Barbosa afirmou que decidiu iniciar o núcleo político "por ser pequeno e ter apenas seis penas".

(Por Ana Flor)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICASTFMENSALAOLEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.