STF nega habeas a juiz Rocha Mattos e a ex-mulher

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou hoje os pedidos de habeas-corpus do juiz federal afastado João Carlos da Rocha Mattos e de sua ex-mulher, Norma Regina Emílio Cunha, investigados na Operação Anaconda, da Polícia Federal (PF). Segundo o STF, Mattos questionava a distribuição do habeas ao ministro Joaquim Barbosa para relatar o caso. O habeas corpus, ajuizado no Superior Tribunal de Justiça (STJ), é relativo a ações penais que o juiz responde por falsificação ideológica, peculato, corrupção passiva e prevaricação. A ex-mulher de Rocha Mattos, por sua vez, queria remover informações prestadas pela desembargadora federal Therezinha Cazerta nos autos relatados por ela no Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF). A defesa dela solicitava também o relaxamento de sua prisão preventiva por excesso de prazo. Os dois pedidos foram indeferidos por unanimidade.

ELVIS PEREIRA, Agencia Estado

06 de novembro de 2007 | 19h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.