STJ nega atenuante para Suzane von Richthofen

O ministro Hamilton Carvalhido, da 6a. Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou o pedido liminar da defesa de Suzane Louise Von Richthofen para que fosse reconhecida a atenuante relativa à confissão, o que poderia reduzir a pena. Suzane foi condenada, em julho de 2006, a 39 anos de reclusão pela morte dos pais, ocorrida em outubro de 2002. Ela está presa na Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, situada no município de Tremembé, no interior de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.