Suécia rastreia atividade submarina estrangeira em sua costa

A Suécia aumentou sua presença militar no arquipélago de Estocolmo no sábado para rastrear suas águas em busca de "atividade submarina estrangeira", numa movimento de navios, tropas e helicópteros suecos que não se via desde a Guerra Fria.

REUTERS

19 de outubro de 2014 | 10h03

A busca no Báltico a menos de 50 quilômetros de Estocolmo começou sexta-feira e recordou os últimos anos da Guerra Fria, quando a Suécia suspeitava constantemente da presença de submarinos soviéticos em sua costa.

Existe agora uma tensão crescente entre a Rússia e os países nórdicos e bálticos, a maioria deles membros da União Europeia, devido à crise na Ucrânia.

Na semana passada, a Finlândia acusou a marinha russa de interferir em um navio de pesquisa ambiental finlandês em águas internacionais.

Já o exército sueco afirmou que tem informações de fontes confiáveis sobre atividade suspeita??, sem entrar em detalhes.

(Reportagem de Alexei Anishchuck)

Mais conteúdo sobre:
SUCIASUSPEITASUBMARINO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.