Sul-africana morre pisoteada ao tentar incrição em universidade

Tragédia ocorreu quando milhares de jovens tentaram entrar em faculdade que ainda tinha vagas remanescentes.

BBC Brasil, BBC

10 de janeiro de 2012 | 18h42

Ao menos uma pessoa morreu pisoteada por uma multidão de estudantes que tentavam uma vaga na Universidade de Joannesburgo, na África do Sul.

A vítima era a mãe de um aluno e, segundo os médicos, teve traumatismo craniano e ferimentos graves no tórax.

Mais de 180 mil jovens não conseguiram vaga nas universidades do país, de acordo com o jornal local Times.

Segundo o correspondente da BBC na África do Sul, Andrew Harding, as altas taxas de desemprego pressionam ainda mais os jovens a entrarem em uma faculdade.

A tragédia desta terça-feira começou logo após a universidade anunciar que ainda tinha vagas remanescentes em alguns cursos.

Jovens de todo o país foram à sede da instituição e as filas começaram a se formar ainda de madrugada.

O caos se intensificou quando os portões foram abertos, pela manhã, e muitos foram pisoteados.

A universidade disse que vai investigar o caso, mas que apesar da presença da polícia e dos seguranças no local, a multidão estava incontrolável. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
videoafrica do sulpisoteada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.