Sul-africanos produzem vinho 'Mandela' com uvas de onde ex-líder ficou preso

Pátio de prisão de Robben Island tem videiras e jardim.

BBC Brasil, BBC

26 de novembro de 2012 | 18h06

Uma vinícola sul-africana começou a produzir vinho a partir de uvas cultivadas em Robben Island, a ilha na qual o primeiro presidente negro da África do Sul, Nelson Mandela, passou 18 anos detido na época do apartheid (1948-1994).

Em um canto do pátio onde Mandela se exercitava estão as videiras e o que sobrou de um pequeno jardim que ele próprio costumava cuidar.

Depois de anos de negociações, voluntários da vinícola estão, agora, cuidando das videiras.

O vinho branco resultante já passa por testes. Em breve, dois tipos de vinho, um doce e outro espumante, serão leiloados.

Os lucros irão para as famílias de ex-prisioneiros políticos e para um projeto dos funcionários da vinícola, que receberam um pedaço de terra para cultivar. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
alsovídeomandelaáfrica do sulvinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.