Sumaré-SP confirma duas mortes por dengue em março

A prefeitura de Sumaré, no Estado de São Paulo, confirmou a morte de duas pessoas por causa da dengue. As vítimas são um bebê de 2 meses e uma mulher de 53 anos que morreram em março. Um terceiro caso está em investigação.

RICARDO BRANDT, Agência Estado

01 Abril 2014 | 12h01

As confirmações de causa das mortes foram entregues nesta segunda-feira, 31, pelo Instituto Adolfo Lutz para a prefeitura. As mortes ocorreram nos dias 7 e 8 de março. O terceiro caso de suspeita de dengue hemorrágica foi a morte de uma mulher de 24 anos no dia 28.

Sumaré já confirmou 337 casos de dengue na cidade desde o início do ano. Outros 934 estão em investigação. Desde 1997, quando foi registrado o primeiro caso de dengue na cidade, foram registradas 5 mortes.

Em 2007, a cidade registrou o maior número de casos de dengue da história, foram 3.699 casos confirmados pela Vigilância Epidemiológica. Em Campinas, um caso de morte está em investigação.

Até agora são 1.042 casos da doença confirmados na cidade.

Mais conteúdo sobre:
dengue Sumaré

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.