Suspeito por tráfico é indiciado por venda de abortivos

Um vendedor ambulante de Júlio de Castilhos foi indiciado pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul por tráfico de drogas, depósito e venda de medicamentos abortivos sem autorização legal e posse irregular de munição de arma de fogo. O inquérito foi remetido ao Judiciário hoje.

PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

19 de outubro de 2011 | 17h59

Se condenado, ele pode pegar mais de 16 anos de prisão. A polícia apreendeu na casa do investigado, no final da tarde do último dia 10, 558 pacotes de cigarros contrabandeados, 208g de maconha, munições de arma de fogo e medicamentos abortivos. O suspeito não estava no imóvel no momento do cumprimento do mandado de busca e apreensão. Ele respondeu ao inquérito policial em liberdade.

Mais conteúdo sobre:
políciasaúdevendaabortivos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.