Suspensão de rodízio de veículos começa no dia 23

Locutor de rádio pediu e secretário aceitou antecipar em um dia a medida

Naiana Oscar, O Estadao de S.Paulo

18 Dezembro 2009 | 00h00

O rodízio de veículos em São Paulo será suspenso a partir do dia 23 de dezembro, próxima quarta-feira. A restrição será retomada no dia 11 de janeiro, uma segunda-feira. A medida foi divulgada ontem pelo secretário municipal dos Transportes, Alexandre de Moraes.

A suspensão da restrição para carros e caminhões estava marcada inicialmente para a véspera do Natal, como ocorreu no ano passado. Mas foi antecipada em um dia de forma inusitada durante uma entrevista do secretário à Rádio Bandeirantes, ontem pela manhã. Moraes anunciou a medida para o dia 24, mas, a pedidos do apresentador, Moraes alterou para o dia 23.

O paulistano ficará 13 dias úteis sem ter de deixar o carro em casa nos horários de pico - das 7 horas às 10 horas e das 17 horas às 20 horas, entre segundas e sextas-feiras. Até 2006, a suspensão do rodízio durava praticamente um mês. O prazo foi reduzido, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), para adequar o trânsito ao período de volta às aulas. Desde que foi criado, em 1997, o maior prazo estipulado para suspender o rodízio tinha sido de 22 de dezembro de 2001 a 20 de janeiro de 2002. Na época, a justificativa foi o aumento da frota de veículos.

A restrição de horários para caminhões e ônibus fretados, que não podem circular por algumas ruas entre 5 horas e 21 horas, será mantida. No Parque do Ibirapuera, a Zona Azul sai de operação nos dias 24, 25 e 31 dezembro e 1º de janeiro.

CONGESTIONAMENTO

O trânsito paulistano, que vem registrando lentidão acima da média desde o início do mês, por causa das compras de Natal, ficou ainda pior ontem. Entre o meio-dia e as 19 horas, o índice de monitoramento da CET permaneceu acima do habitual para o horário. Às 18 horas, toda a cidade registrou 166 quilômetros de congestionamento.

Além do movimento comum para o fim de ano, várias ocorrências ajudaram a complicar o trânsito, entre veículos quebrados e quedas de árvores. Segundo a CET, ocorreram 36 acidentes entre as 6 horas e as 18 horas de ontem, 17 deles com vítimas.

No início da tarde, um caminhão carregado com sacos de enxofre tombou na Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, na zona norte. Pelo menos 50 sacos ficaram espalhados pela via. Até o fim da tarde, o veículo ainda não havia sido retirado da pista.

NÚMEROS

166 km de lentidão

foram registrados às 18 horas de ontem em toda a cidade de SP

36 acidentes

foram contabilizados pela CET

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.