Tabaré Vázquez assume a presidência do Uruguai até 2020

O esquerdista Tabaré Vázquez assumiu neste domingo a presidência do Uruguai, sucedendo José Mujica, com uma série de desafios em educação, infraestrutura, economia e segurança.

REUTERS

01 de março de 2015 | 09h16

O reconhecido oncologista foi o primeiro presidente de esquerda no Uruguai, entre 2005 e 2010, e neste novo governo disse que dará ênfase à continuidade das políticas sociais que permitiram reduzir a pobreza a uma mínima histórica.

"Eu me comprometo por minha honra a desempenhar lealmente o cargo que me foi confiado e a guardar e defender a Constituição da República", disse Vázquez em seu juramento durante um ato que contou com a presença de vários líderes, entre eles a presidente Dilma Rousseff.

Vázquez também deverá enfrentar um alto déficit fiscal de 3,3 por cento do Produto Interno Bruto e melhorar uma deteriorada educação, para a qual planeja destinar um orçamento de 6 por cento do PIB.

(Reportagem de Malena Castaldi)

Mais conteúdo sobre:
URUGUAIPRESIDENTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.