Taleban assume ataque contra canal de TV em Karachi

O Taleban paquistanês reivindicou neste sábado a responsabilidade pelo atentado contra um canal privado de televisão na cidade de Karachi na noite de ontem, que matou três funcionários. O grupo extremista ameaçou novos atos de violência contra meios de comunicação.

AE-DJ, Agência Estado

18 de janeiro de 2014 | 09h13

O porta-voz do Taleban, Ehsanullah Ehsa, disse por meio de comunicado que os militantes atacaram uma van da Express News na noite de sexta-feira porque a emissora agia como "propagandista".

"Nós reivindicamos a responsabilidade...O motivo do ataque é que na guerra das ideologias, todos os canais de mídia, incluindo o Express News, estão agindo como propagandistas e como um partido rival", afirmou. "Nós atacaremos todos os meios de comunicação que estão envolvidos em disseminar propaganda contra nós", disse o porta-voz.

O Taleban paquistanês já havia atacado a Express News em dezembro. O Repórteres Sem Fronteiras, um órgão que defende os direitos da mídia, informou em dezembro que o Paquistão estava entre os cinco países mais perigosos para jornalistas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
PAQUISTÃOTALEBANATAQUEMÍDIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.