TAM estréia nova malha aérea para desafogar Congonhas

A TAM estreará amanhã uma nova malha aérea doméstica, atendendo às determinações dos órgãos reguladores da aviação civil brasileira (Conac e Anac). "Os vôos a partir do Aeroporto de Congonhas passam a ser operados a partir de sexta-feira tendo como parâmetro a diminuição de 33 para 30 movimentos por hora (pousos e decolagens) no horário das 6h às 22h e para 16 movimentos (slots) das 22h às 22h30 para a aviação regular", diz o aviso. "As operações nesse aeroporto permanecem até as 23h."A companhia diz que transferiu para Guarulhos freqüências partindo de Congonhas com destino a Brasília, Goiânia, Caxias do Sul (RS) e Maringá (PR). Dessa forma, manteve inalterada a quantidade de vôos entre São Paulo e esses destinos. Foram mantidas em Congonhas, por exemplo, 11 freqüências para Brasília e quatro para Goiânia. Além disso, a empresa criou vôos partindo de Guarulhos para Joinville (SC), Uberlândia (MG), Ribeirão Preto (SP) e São José do Rio Preto (SP)."A TAM criou ainda vôos diretos para Salvador e Recife, partindo de Guarulhos, para o período de alta temporada. Em contrapartida, cancelou uma freqüência de Congonhas para Curitiba, outra para Foz do Iguaçu (PR) e uma terceira para Londrina (PR), além de dois vôos para Porto Alegre." A empresa argumenta que, com isso, ajustou a sua malha à diminuição dos slots, que resultou na redução de 117 para 106 vôos diários operados pela TAM de Congonhas para 20 aeroportos brasileiros."Passageiros que adquiriram bilhetes antecipadamente para destinos que não serão mais operados a partir de Congonhas serão reacomodados em vôos via Guarulhos. O teleatendimento da TAM está contatando os clientes que compraram seus bilhetes diretamente na companhia. Se a passagem foi adquirida via agência de viagens, o cliente deve procurar seu agente."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.