Tarifa da banana será reduzida

Depois de 15 anos de disputas, os países latino-americanos e a União Europeia estão próximos de concluir as negociações sobre o comércio de banana. O entendimento poderá ser anunciado nesta semana, facilitando as exportações de bananas da região para o maior mercado consumidor hoje do produto, a Europa.

Jamil Chade, O Estadao de S.Paulo

30 de novembro de 2009 | 00h00

A ideia de Brasil, Equador, Costa Rica e Colômbia é garantir que a tarifa de importação na Europa passe de 176 por tonelada para 148. Em oito anos, a taxa cairia para 114. Os países latino-americanos já conseguiram que a Organização Mundial do Comércio (OMC) condenasse as práticas europeias. Mas até hoje Bruxelas jamais implementou as correções em suas tarifas. No fundo, a disputa é ainda uma guerra entre Europa e Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.