Tasso: ocorrência em Cumbica reflete gestão do governo

O presidente nacional do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), culpou a política econômica do governo pela situação aérea, comentando o fato de um avião da Gol realizar um pouso forçado no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, depois que um defeito no trem de pouso impediu a aterrissagem em Congonhas. "Essa crise tem a ver com a tônica da gestão da política econômica deste governo, que é de promover os oligopólios e monopólios, promovendo a queda de eficiência do serviço aéreo brasileiro", disse. O senador tucano disse que o governo Lula comemorou quando a Gol comprou a Varig. Segundo ele, isto promoveu definitivamente o monopólio entre Gol e TAM no Brasil, provocando queda na eficiência dos serviços. "Esta é uma visão desastrada do governo e isso terá que ser redefinido na política de melhoria do setor aéreo", afirmou.Jereissati disse também que o apagão aéreo é resultado da má gestão da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). "Em vez de serem gerenciadas profissionalmente, elas simplesmente foram divididas em cargos políticos, sem nenhuma competência, aparelhadas, e que não gerenciam o sistema aéreo brasileiro", disse. E continuou: "esta é apenas a ponta do iceberg da enorme crise de infra-estrutura e de gestão pública que afeta o País e se reflete em vários setores". Na avaliação do deputado federal Wanderley Macris (PSDB-SP), autor da CPI da Crise Aérea na Câmara, os incidentes que estão ocorrendo prejudicam a imagem do País. Ao comentar o incidente ocorrido hoje em Guarulhos, o parlamentar afirmou que a CPI vai buscar mais informações sobre o caso. E adiantou que está faltando intervenção da Anac neste setor, principalmente nas questões relacionadas ao sistema de prevenção de acidentes e manutenção de aeronaves.

ELIZABETH LOPES, Agencia Estado

09 de agosto de 2007 | 20h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.