Tatuador exige que jovem com 56 estrelas admita mentira

Ele exige um pedido público de desculpas ou irá processá-la por calúnia e difamação

Efe,

23 Junho 2009 | 15h57

O tatuador da jovem belga que disse ter acordado com 56 estrelas pintadas no rosto exigiu dela um pedido público de desculpas, do contrário irá processá-la por calúnia e difamação, informa nesta terça-feira, 23, a imprensa do país. Veja também: Jovem belga reclama de tatuagem de 56 estrelas no rosto Kimberley Vlaeminck, de 18 anos, ficou conhecida depois de dizer que procurou um tatuador para fazer três estrelas no rosto e este, sem seu consentimento, fez 53 a mais. Ao contar a história à rádio flamenga MNM na semana passada, a jovem disse que não percebeu as várias estrelas a mais porque dormiu durante a sessão de tatuagem. O tatuador, no entanto, sempre disse que fez o que Kimberley pediu e que ela em momento algum dormiu enquanto era tatuada. Só depois de apresentar imagens provando sua versão é que o profissional pediu à jovem belga que admita que mentiu. Além disso, a rede de TV holandesa Ned 3 gravou Kimberley dizendo que ficou satisfeita com as tatuagens e que o pai é que "estava muito furioso" com os desenhos. Alguns meios de comunicação belgas, porém, sugeriram que toda a história é uma invenção para recuperar a audiência da rádio MNM, que, curiosamente, tem uma estrela em seu logotipo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.