Shannon Stapleton/Reuters
Shannon Stapleton/Reuters

Taxa de emprego em países desenvolvidos volta aos níveis pré-crise de 2008

Nos três últimos meses de 2015, a taxa de emprego aumentou para 66,5% da população com idade entre 15 e 64 anos, mesmo patamar em que estava no segundo trimestre de 2008

O Estado de S.Paulo

19 Abril 2016 | 12h12

LONDRES - A proporção de pessoas em idade para trabalhar em países desenvolvidos que conseguiram emprego voltou para os níveis anteriores à crise financeira global de 2008 no quarto trimestre do ano passado, de acordo com a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Nos três últimos meses de 2015, a taxa de emprego aumentou para 66,5% da população com idade entre 15 e 64 anos, mesmo patamar em que estava no segundo trimestre de 2008. A crise financeira explodiu no terceiro trimestre daquele ano e o emprego só começou a se recuperar novamente em 2010.

Os dados da OCDE, no entanto, apontam grandes diferenças no grau de recuperação entre as economias desenvolvidas. No Japão, na Alemanha e no Reino Unido a taxa de emprego superou os níveis anteriores à crise, enquanto nos EUA e na zona do euro ela ainda não voltou àquele patamar.

 

Mais conteúdo sobre:
OCDE Japão Alemanha Reino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.