TCU deve concluir no dia 2 análise sobre arrendamento de áreas portuárias

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira que o Tribunal de Contas da União (TCU) deve concluir no próximo dia 2 a análise dos processos relativos ao edital para arrendamento de áreas no Porto de Santos e em portos do Pará.

REUTERS

26 Junho 2014 | 18h33

"O modelo de arrendamento está na fase final de aprovação pelo TCU", disse a presidente, durante cerimônia de posse dos ministros Cesar Borges, que assumirá o comando da Secretaria de Portos após deixar o Ministério dos Transportes, e de Paulo Sérgio Passos, que assumirá a vaga de Borges após sair da Empresa de Planejamento e Logística (EPL).

Dilma promoveu as mudanças ministeriais, após pressão do Partido da República (PR).

O processo de licitação para o arrendamento dessas áreas portuárias está tramitando no TCU desde o final do ano passado, quando o tribunal impôs 19 condições para a aprovação. O governo já atendeu a 15 desses itens, mas recorreu dos outros quatro.

É justamente esse recurso sobre os quatro itens que ainda precisa ser avaliado pelo TCU para que o edital seja liberado. O recurso chegou a entrar na pauta do tribunal nesta semana, mas sua análise acabou sendo adiada.

(Por Leonardo Goy)

Mais conteúdo sobre:
TRANSPORTESTCUARRENDAMENTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.