TCU revelou deficiência

Uma auditoria sobre a Política Nacional de Atenção Oncológica feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) resultou em um relatório, divulgado em novembro do ano passado, que revelou a deficiência do atendimento ao câncer pelo Sistema Único de Saúde.

O Estado de S.Paulo

24 de novembro de 2012 | 02h05

O documento apontou que apenas 15,9% dos pacientes do SUS com indicação para radioterapia conseguiam receber o tratamento no prazo considerado ideal pelo próprio Ministério da Saúde: 30 dias.

Além disso, muitos pacientes deixaram de receber o procedimento. Só no Estado de São Paulo, em 2010, 7.464 pacientes com indicação para radioterapia ficaram sem o tratamento, cerca de 19% da demanda total.

O acesso às cirurgias oncológicas também foi deficiente em São Paulo: 18.549 pacientes deixaram de passar por cirurgia em 2010, o que corresponde a 49,3% do total.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.