Tecido de cartilagem artificial repara lesões no joelho

Danos à cartilagem do joelho podem ser efetivamente reparados pela engenharia de tecidos, e a osteoartrite não pára o processo de regeneração, concluiu uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Bristol.O estudo, publicado na edição de julho da Tissue Engineering, demonstra que o tecido de cartilagem artificial pode crescer e amadurecer quando implantado em pacientes com um ferimento no joelho. Esse novo campo da engenharia de tecidos pode levar à regeneração da cartilagem mesmo em joelhos afetados por osteoartrite.O método de engenharia de tecido usado neste estudo envolveu o isolamento de células de cartilagem saudável removidas durante as cirurgias de 23 pacientes com idade média de 36 anos. Depois de cultivar as células por 28 dias, os pesquisadores as implantaram no joelhos danificados dos pacientes do estudo.A regeneração da cartilagem foi observada em dez dos 23 pacientes, incluindo em alguns pacientes com osteoartrite pré-existente. A maturação do tecido de cartilagem artificial implantado ficou evidente cerca de 11 meses depois da implantação.Antony Hollander, professor de reumatologia e engenharia de tecidos na Universidade de Bristol que conduziu o estudo, disse: "Essa é a primeira vez que mostramos que o tecido de cartilagem artificial implantado nos joelhos pode maturar em 12 meses depois da implantação, mesmo em juntas que mostram sinais de osteoartrite".

Agencia Estado,

04 de julho de 2006 | 15h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.