Técnicos do governo do Rio são expulsos por traficantes

Eles fariam vistoria em Ciep onde foram encontradas armas e drogas durante operação policial

Talita Figueiredo, O Estado de S.Paulo

19 Novembro 2008 | 19h51

Uma equipe de técnicos em manutenção da Secretaria Estadual de Educação do Rio foi expulsa do Morro São João, na zona norte do Rio, por um grupo de traficantes nesta quarta-feira, 19. Eles fariam uma vistoria no Ciep Frei Agostinho Fiancas onde foram encontradas armas, drogas e munição escondidas dentro de um bueiro da escola durante uma operação policial. As aulas estão suspensas e mais de mil alunos estão sem estudar.   O chefe da equipe, Antônio Francisco Pereira, disse que ao chegar na entrada do morro um homem mandou que eles voltassem. A secretaria informou que só retornará ao local com apoio da Polícia Militar, que não estava no morro ontem de manhã. A Secretaria de Segurança informou que vai reforçar a segurança na favela, para garantir a volta às aulas e a vistoria dos técnicos.   Na terça-feira, a polícia fez uma operação no morro para tentar capturar o traficante Fábio Pinto dos Santos, o Fabinho, apontado como chefe do tráfico do São João, que teria comandado a invasão do vizinho morro dos Macacos, na Vila Isabel, no final da madrugada do último sábado.   Na ocasião, seis pessoas morreram e outras seis ficaram feridas. Na ação, a polícia prendeu o gerente do tráfico Allexander da Silva Altério, o Nem. Entre as armas apreendidas foram encontradas 3 pistolas roubadas da Polícia Civil e uma outra também roubada utilizada pela Força Nacional.

Mais conteúdo sobre:
violência Rio de Janeiro escola tráfico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.