Telebras assina com Angola acordo para cabo submarino

A Telebras e a Angola Cables assinaram nesta sexta-feira parceria para a construção conjunta de um cabo óptico submarino de 6 mil quilômetros entre Brasil e Angola.

REUTERS

23 Março 2012 | 12h33

Segundo a Telebras, o cabo deverá ser lançado até o primeiro semestre de 2014 e ligará Fortaleza (CE) a Luanda, capital angolana.

O presidente da Telebras, Caio Bonilha, disse que a ideia é que esse cabo ajude na transmissão de dados na Copa do Mundo de Futebol de 2014.

A estatal brasileira calcula que o novo cabo reduzirá em cerca de 80 por cento os custos com a saída de internet do Brasil e demais países da América do Sul para Ásia e África.

A obra permitirá que o tráfego de dados com a Ásia e África deixe de passar, obrigatoriamente, pela Europa e pelos Estados Unidos, como ocorre atualmente.

O valor do investimento na obra ainda não foi anunciado. "Vamos fazer uma licitação internacional e a partir daí teremos os valores", disse Bonilha. Segundo ele, a intenção é publicar o edital da licitação em junho.

O orçamento total da Telebras para cabos submarinos neste ano é de 119 milhões de reais, informou Bonilha.

(Reportagem de Leonardo Goy)

Mais conteúdo sobre:
EMPRESAS TELES TELEBRAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.