Telemar Participações volta a adiar leilão da Tele Norte Leste

A Telemar Participações adiou nesta sexta-feira pela segunda vez o leilão para aquisição de ações preferenciais da Tele Norte Leste, previsto inicialmente para acontecer em 14 de agosto, indicando dificuldades para fechar acordos para financiar a operação. Desta vez, a empresa transferiu o leilão de 6 para 25 de setembro, segundo fato relevante publicado após o fechamento do mercado. Agora o prazo para habilitação para o leilão é 24 de setembro. A empresa disse que permanece em negociação com bancos para "obtenção de condições satisfatórias" dos financiamentos necessários para o aumento de 35,09 reais para 45 reais no preço a ser pago aos acionistas da Tele Norte Leste que aderirem à oferta. Os adiamentos ocorrem em meio às turbulências nos mercados financeiros globais devido a um aperto do crédito nos Estados Unidos. A Telemar Participações aprovou em julho contratação de financiamento de até 11,45 bilhões de reais para a operação. "A TmarPart divulgará aviso de fato relevante confirmando o aumento do preço acima mencionado, caso as negociações com os bancos sejam concluídas com êxito", afirmou a empresa no fato relevante. Ainda segundo o documento, o adiamento se faz necessário porque a SEC, órgão regulador do mercado de capitais norte-americano, exige que o leilão seja realizado com preço fixo, valor este que precisa ser divulgado com até 10 dias úteis de antecedência. Em 2 de agosto, a empresa anunciou planos de aumentar o preço da oferta pela ação da Tele Norte Leste de 35,09 reais para 45,00 reais, aumento em linha com o concedido no leilão para aquisição das ações da Telemar Norte Leste, ocorrido no fim de julho. A operação tem por objetivo simplificar a estrutura acionária do grupo de telecomunicações. O leilão para aquisições das ações da Telemar Norte Leste movimentou 681,2 milhões de reais na Bovespa e cerca de um quarto dos papéis alvo de aquisição foi comprado. Quem não tinha se habilitado para o leilão antes não pôde participar. Na oferta de ações da Telemar Norte Leste, que não é negociada nos Estados Unidos, o preço foi alterado durante o leilão.

JULIANA SIQUEIRA, REUTERS

31 Agosto 2007 | 20h23

Mais conteúdo sobre:
TELECOM TELEMAR

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.