Tem tudo para virar um clássico

O minimalista

Mark Bittman, The New York Times, O Estado de S.Paulo

01 Outubro 2009 | 04h06

As saladas de batata clássicas variam daquela dos piqueniques americanos, feita com maionese e pouca coisa mais, à elegante versão francesa feita com batatas com menos amido, quentes, um bom vinagrete e ervas. As duas têm seu espaço. Mas quem estiver procurando alguma coisa menos tradicional deve olhar para o sudoeste dos Estados Unidos.

Comece com a batata-doce.Asse com cebola roxa e azeite de oliva. Assar, em lugar de cozinhar, faz uma tremenda diferença: não só o sabor fica mais rico, meio defumado, mas o exterior pelado da batata endurece um pouco e ela continua firme ao ser misturada a outros ingredientes.

Adicione feijão preto (nesta receita, pode ser enlatado) às batatas assadas, com pimentão vermelho ou amarelo picado e coentro fresco. Está nascendo uma salada chocantemente bela. Para completar o prato, bata azeite, alho, suco de limão e chile fresco por mais ou menos um minuto em um processador ou liquidificador: você terá um molho suficientemente cremoso para envolver as batatas, com perfeito equilíbrio de acidez e picância.

Já servi esta salada tanto quente quanto à temperatura ambiente e ela agradou muito dos dois jeitos. E, embora eu possa garantir que não se trate de uma salada de batata tradicional, ela pode estar a caminho de virar um clássico.

Salada de batata-doce com feijão preto

Ingredientes (4 porções)

4 batatas-doces médias (700g, mais ou menos), peladas e cortadas em pedaços de 2,5 cm; 1 cebola grande, de preferência roxa, picada; ½ xícara de azeite de oliva; sal e pimenta-do-reino moída na hora; 1 ou 2 colheres de chile fresco (como jalapeño) esmagado; 1 dente de alho descascado; suco de dois limões; 2 xícaras de feijão preto cozido e escorrido (enlatado vai bem); 1 pimentão vermelho ou amarelo, sem semente e picado em pedaços pequenos; 1 xícara de coentro fresco picado

Preparo

Aqueça o forno a 200°C. Espalhe numa assadeira os pedaços de batata-doce e a cebola em uma só camada, cobrindo com 2 colheres de azeite. Tempere com sal e pimenta-do-reino moída. Ponha para assar, virando de vez em quando, até que as batatas fiquem marrons nas quinas e macias por dentro, uns 30 a 40 minutos. Tire do forno e mantenha as batatas na assadeira até a hora de misturar com o molho.

Ponha num liquidificador ou processador o chile, o alho, o suco de limão, o restante do azeite e um pouco de pimenta-do-reino. Bata até homogeneizar.

Acomode as batatas e a cebola ainda quentes numa vasilha grande, com o feijão e o pimentão; cubra com o molho e o coentro. Prove. Se necessário, acerte o sal e a pimenta. Sirva quente ou à temperatura ambiente, ou ponha na geladeira de um dia para outro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.