Temaki, o ‘sanduba japa’

Sushi em formato de cone é o mais recente fenômeno nos restaurantes japoneses

Deborah Bresser,

19 de abril de 2008 | 18h36

Em uma São Paulo que viu, nos últimos anos, o número de restaurantes japoneses superar o de pizzarias, o mais recente fenômeno é o advento de casas especializadas em temakis. Tema o quê? Te-ma-ki, aquele sushi em formato de cone, de preparo "instantâneo" como um miojo e com recheios que aceitam quase tudo, características que transformaram a receita em uma espécie de ‘sanduba japa’. Tem saquê na minha Caipirinha No caminho da perfeiçãoCom horários que avançam pela madrugada, as temakerias hoje brigam pela fome adolescente com as hamburguerias. "O temaki virou o matador de fome de quem sai da balada, por ser de fácil digestão e de confecção rápida", acredita o sushiman Adriano Kanashiro, do restaurante Kinu, que não faz objeção a este que pode ser considerado o mais ‘abrasileirado’ dos pratos japoneses. "Eu não sou um crítico dessa tendência, faço misturas nos sushis com frutas brasileiras, acho que são superválidas." Segundo o sushiman Mário Tucillo, sócio do São Paulo-Tokyo, todos os peixes e os frutos do mar podem ser utilizados como recheio de temaki, desde ovas de salmão e ouriço do mar até conservas, ao lado de outros mais exóticos, como ovas de massago. "O campeão é o de salmão com maionese e cebolinha, o salmão completo." Foi exatamente o temaki de salmão cru batidinho com cebolinha que fez a fama do Koi. "É muito fácil de comer, não precisa do hashi, come-se com a mão mesmo", explica Fernando Ugadin, dono da rede. Já no Ásia, a atração é exatamente a surpresa. "Temos os temakis ‘ousadias do sushiman’, nem o chef sabe o que vai servir", garante o sushiman Ângelo Mamoru Jodai. Então... feche os olhos e abra a boca. E não se espante se topar com uma uma água viva, um polvo ou um camarão com cream cheese e kiwi. Quer se arriscar na cozinha? Veja comoTemaki significa enrolado à mão. Para preparar um temaki simples, use meia folha de nori (alga) e um punhado de arroz que faça sua mão ficar cheia. Passe o wasabi (raiz forte), ponha o recheio e enrole começando pela ponta inferior direita. Grude a ponta. Na hora de comer, leve o temaki diretamente à boca, após pingar shoyu.

Tudo o que sabemos sobre:
Imigração japonesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.