Tempestades atingem Gênova e matam ao menos seis

Tempestades atingiram o noroeste da Itália nesta sexta-feira, matando ao menos seis pessoas e inundando partes da cidade de Gênova, uma semana depois que chuvas torrenciais castigaram áreas costeiras nas proximidades.

REUTERS

04 de novembro de 2011 | 14h41

Imagens veiculadas pela televisão mostraram carros flutuando nas águas das enchentes e pessoas caminhando pelas ruas com água na altura dos joelhos, em Gênova, a maior cidade na costa noroeste da Itália.

Autoridades descreveram a situação como "extremamente séria" e alertaram a população a tomar cuidado.

"Não deixem suas casas, subam para os andares mais altos, fechem as lojas e não entrem em seus carros por qualquer motivo", alertou a prefeitura da cidade em seu site oficial.

Serviços de emergência disseram que ao menos seis pessoas, entre as quais crianças, morreram nas enchentes.

Na semana passada, o governo declarou estado de emergência na Liguria e Toscana, também localizadas no noroeste do país, depois que tempestades fustigaram áreas costeiras, matando ao menos dez pessoas e provocando amplas inundações e deslizamentos de terra.

(Reportagem de Catherine Hornby)

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIACHUVASGENOVA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.