Tempo melhora, mas SC mantém alerta de deslizamentos

Risco de novos alagamentos e desabamentos fez a Secretaria Nacional de Defesa Civil manter alerta

Rodrigo Pereira, de O Estado de S. Paulo,

27 Novembro 2008 | 08h33

O tempo no Vale do Itajaí, região catarinense mais afetada, deve melhorar nos próximos dias, com abertura de sol e pancadas de chuva isoladas. Mas o risco de novos alagamentos e desabamentos em decorrência dos temporais do fim de semana fez a Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) manter o estado de alerta na região.        Veja também: Nove cidades decretam calamidade SC já recebeu mais de R$ 1,2 milhão em doações Tragédia em Santa Catarina  Blog: envie seu relato sobre as chuvas  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Todas as notícias sobre as vítimas das chuvas      "A preocupação é muito mais pela situação em que está a região do que pelo que vai acontecer", disse o meteorologista Olívio Bahia do Sacramento Neto, do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). "A área está crítica, com muitos locais alagados. As encostas também estão bastante encharcadas, então acredito que o padrão do alerta foi mantido para que a população não volte para as áreas de risco", afirma o meteorologista.   As previsões do CPTEC, que alimenta a Sedec com dados técnicos de todo o Brasil, é de sol entre nuvens e chuvas isoladas na região de Santa Catarina para os próximos três dias. "Ainda tem muita umidade vindo do oceano e na atmosfera, mas a tendência é entrar no padrão que a gente chama de normal, com chuvas isoladas, sem acúmulos", acrescentou Sacramento Neto.   Maré mais baixa   Laura Rodrigues, coordenadora do Centro de Informações de Recursos Ambientais e Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram), ressaltou que a maré alta, um dos fatores que potencializaram a tragédia na região do Vale do Itajaí, começou a baixar e a facilitar o escoamento das águas dos rios da região. "A maré ainda está elevada, mas não como no domingo, justamente quando a chuva mais intensa caiu", afirmou Laura, lembrando que o Itajaí-Açu, rio que corta Blumenau, ficou 7 metros acima do nível após os temporais.   A coordenadora do Ciram prevê chuvas fracas para hoje e abertura de sol com mais intensidade a partir de amanhã. "Todos os dias acaba chovendo um pouquinho porque ainda tem bastante umidade na atmosfera. E isso ainda preocupa, pois a condição para os deslizamentos continua bem favorável."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.