Temporais de sábado ainda provocam transtornos no RS

As tempestades da madrugada de sábado, 21, ainda provocavam transtornos em cidades do Rio Grande do Sul nesta segunda-feira, 23. Em Nonoai, quatro escolas de ensino fundamental suspenderam suas aulas para conserto dos telhados atingidos pelo granizo. A Defesa Civil calcula que 2 mil casas sofreram algum tipo de dano durante o temporal, que durou menos de meia hora. A maioria foi recoberta provisoriamente com lonas e não há pessoas desalojadas.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

23 de setembro de 2013 | 19h34

Relatórios recebidos pela Defesa Civil indicam que, além de Nonoai, 300 residências tiveram seus telhados perfurados em Planalto, 80 em Lajeado do Bugre, 500 em Santo Antônio do Palma, 300 em Gentil e 50 em Barracão. Em Porto Mauá, a travessia de balsa para a Argentina está suspensa porque o rio Uruguai, que tem afluentes em Santa Catarina, subiu quase dez metros.

Neve

O 8º Distrito de Meteorologia emitiu aviso especial informando que pode ocorrer queda de neve nas partes altas da serra do nordeste do Rio Grande do Sul e do planalto sul de Santa Catarina na terça-feira, 24. As condições para o fenômeno são provocadas pela chegada de uma massa de ar polar continental associada à formação de um ciclone extratropical na costa. A temperatura pode cair para até quatro graus.

Tudo o que sabemos sobre:
ChuvasSul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.