Temporal deixa cidades de SC em estado de emergência

Os municípios de Ermo, Jacinto Machado, Paulo Lopes e Arroio Silva, no Estado de Santa Catarina, estão em situação de emergência por conta do temporal que atingiu o Estado na madrugada deste domingo, 4, conforme informações do Departamento Estadual de Defesa Civil do Estado. Na última sexta-feira, um ciclone extratropical atingiu o Sul do país deixando dois mortos e mais de 25 mil desabrigados.Ainda segundo a Defesa Civil, a cidade catarinense mais atingida é Ermo, onde 40 famílias estão desabrigadas e foram encaminhadas ao prédio da prefeitura. Em Jacinto Machado, algumas famílias estão desalojadas e foram levadas a casas de parentes. Já os moradores dos outros dois municípios afetados sofrem com os alagamentos, as inundações e a destruição causados pelas chuvas, mas não há desabrigados nem desalojados. Outras 27 cidades foram atingidas no Estado, porém a situação delas é um pouco menos caótica. No Rio Grande do Sul, o Estado mais prejudicado, duas pessoas morreram e mais de 25 mil estão desabrigadas, de acordo com a Defesa Civil estadual. O município de Guaíba é um dos mais atingidos, apesar de a Defesa Civil não informar quantas pessoas foram afetadas. Já em Porto Alegre, mais de 1,5 mil pessoas estão desalojadas e foram acolhidas na casa de parentes e amigos. Cerca de 350 pessoas foram encaminhadas a abrigos da prefeitura. Contudo, segundo a Defesa Civil, ainda não há cidades em situação de emergência. No litoral do Estado, os municípios de Santo Antônio da Patrulha, Caraá e Itati são os mais afetados. Na zona sul Restinga, Belém Novo, Belém Velho, Ponta Grossa e Lami, foram os bairros mais prejudicados. Já na zona norte, Sarandi e o Porto Seco são os bairros mais atingidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.