Temporão recomenda sexo para combater hipertensão

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, aconselhou a prática de sexo como forma de combater a hipertensão. A doença, que avançou no País e agora atinge 24,4% da população, está associada a fatores genéticos, hábitos alimentares, obesidade e estresse.

LÍGIA FORMENTI, Agência Estado

26 de abril de 2010 | 16h27

"Fazer sexo ajuda", comentou o ministro. "As pessoas têm que se mexer. A pelada do final de semana não deve ser a única atividade. Os adultos devem praticar exercícios, caminhar, dançar, fazer sexo seguro", repetiu.

As declarações foram dadas nesta manhã, durante o lançamento de uma campanha de prevenção contra a doença. A principal mensagem da iniciativa é: prevenir a pressão alta depende de escolhas individuais, como escolher alimentos saudáveis, manter peso ideal, exercitar-se com regularidade e reduzir o consumo de sal.

Temporão acrescentou à lista a prática de sexo. Ideal, emendou, para o combate ao estresse. "O deputado Darcísio Perondi falou cinco vezes ao dia. Mas acho que cinco vezes por semana está bom", disse, durante o lançamento da campanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.