Tenista vence Messi em eleição

Tenista vence Messi em eleição

, O Estadao de S.Paulo

24 Dezembro 2009 | 00h00

Para os argentinos, pouco importa a coroação de Messi como o melhor jogador do mundo, ou os seis títulos conquistados na temporada. Falta "argentinidade" ao atacante do Barcelona, que desde os 13 anos vive na Espanha. Não é de se estranhar, portanto, que o tenista Juan Martín del Potro tenha sido escolhido o melhor esportista do ano - foi ele o vencedor do tradicional prêmio Olimpia de Oro. Messi ficou em 2º.

Em setembro, Del Potro conquistou o principal título de sua carreira. Aos 21 anos, foi o primeiro argentino a ganhar o Aberto dos EUA desde 1977 (quando Guillermo Vilas levou o título), derrotando ninguém menos do que o suíço Roger Federer. O jovem tenista também venceu os torneios de Auckland e Washington, além de ter chegado à decisão do Masters de Londres. Todos os feitos lhe deram pontos suficientes para que terminasse 2009 em 5º no ranking mundial.

Apesar de ser o melhor jogador do esporte mais popular do mundo, Messi não consegue cair nas graças de seus próprios compatriotas. As brilhantes atuações no Barcelona não se repetem na seleção argentina. Para piorar, o craque marcou o gol que deu ao Barça o título mundial disputado contra o Estudiantes, no sábado. Não faltaram acusações de que Messi é um "traidor da pátria". "Festejei como tinha de festejar um gol que vale um campeonato. Não foi nada contra o Estudiantes."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.