Terapia devolve visão diurna a roedores

GENÉTICA

AFP, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2010 | 00h00

Por meio de terapia genética, pesquisadores suíços e franceses devolveram a vista a ratos que sofriam de retinite pigmentosa, doença genética que degenera as células do olho que convertem a luz em impulsos nervosos e não tem cura. Os cientistas introduziram nos ratos uma proteína que devolveu a sensibilidade aos cones, células responsáveis pela visão diurna. A pesquisa foi descrita em artigo na revista Science. /

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.