Tereos forma com Guarani 3a maior processadora de cana

O terceiro maior produtor de açúcar da Europa, Tereos, vai unir sua unidade Açúcar Guarani com ativos do grupo na Europa e Oceano Índico. A operação formará a Tereos Internacional, terceira maior processadora de cana-de-açúcar do mundo, que terá ações em São Paulo e Paris.

REUTERS

29 de março de 2010 | 08h18

A nova empresa terá receita líquida anual proforma de 2,5 bilhões de dólares, mais de 11 mil funcionários e combinará a companhia brasileira com ativos de cereais na Europa e de cana-de-açúcar no Oceano Índico. A sede da Tereos Internacional será em São Paulo.

A companhia combinada produzirá açúcar, produtos à base de amido e álcool para o setor de alimentos e outros segmentos, e também produzirá bioenergia (etanol e eletricidade), segundo comunicado divulgado à imprensa.

A Tereos Internacional terá como presidente-executivo André Trucy, ex-diretor geral da Rhodia no Brasil, enquanto a gestão das operações brasileiras ficará a cargo de Jacyr Costa, presidente-executivo da Guarani.

A Tereos vai incorporar as ações da Guarani na Tereos Internacional juntamente com os ativos na Europa e Oceano Índico. A expectativa é que entre abril e maio a relação de troca de ações seja determinada por um comitê independente, enquanto a assembleia de acionistas para aprovar a transação acontecerá no final de junho, com ofertas públicas de ações sendo realizadas depois disso.

Apesar disso, a Tereos divulgou que em uma transação anterior com produtores parceiros de cereais, anunciada em 9 de março, calculou uma relação de troca implícita com a Guarani de 40-60 por cento.

Nessa operação, os ativos da Guarani foram calculados em 686 milhões de euros, enquanto os da Tereos EU, que reúne ativos do Oceano Índico e de cereais na Europa, em 1,021 bilhão de euros. Com base nessa transação do início do mês, a companhia informa em apresentação que o prêmio implícito sobre o preço de fechamento da ação da Guarani na sexta-feira --de 4,83 reais-- seria de 21 por cento.

Com a fusão das atividades, o mix de produtos da Tereos Internacional será de 52 por cento formado pelo segmento de amido e adoçantes, 26 por cento etanol e 18 por cento açúcar.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Mais conteúdo sobre:
COMMODSGUARANITEREOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.