Tia impede pais de trocarem bebê por TV e DVD na BA

A auxiliar de serviços gerais Simone Nascimento impediu hoje a venda de seu sobrinho para um casal, supostamente carioca, em Juazeiro, a 508 quilômetros de Salvador. O bebê de 9 meses havia sido negociado pelos pais, Jeanderson Barros, de 18 anos, e uma adolescente de 17, por R$ 50, uma TV e um aparelho de DVD. Simone encontrou o menino junto com os compradores em um ponto de ônibus no momento em que eles se preparavam para deixar a cidade. O casal fugiu logo depois de deixar a criança com a tia.Os pais da criança foram levados ao Conselho Tutelar para prestar depoimento e foram liberados em seguida. Barros disse à presidente do conselho, Silvanir de Oliveira, que não tem condições de sustentar a criança e que não agüentava mais o choro dela. Foi ele também quem afirmou que os compradores eram do Rio. "Estamos investigando o caso para entender a situação e definir o destino do bebê e a punição aos pais", afirma Silvanir.Revoltada, a tia do bebê disse preferir que a guarda do menino seja tirada dos pais biológicos. "Eles já provaram que não têm nenhuma condição de cuidar da criança", afirmou. "Vai ser melhor para ela que seja adotada por outro casal." O bebê foi levado para uma instituição de acolhimento mantida pelo Juizado da Infância e da Juventude, onde vai ficar até que a situação seja definida.

TIAGO DÉCIMO, Agencia Estado

15 de outubro de 2007 | 14h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.