Tiara pré-colombiana de ouro recuperada em Londres

Um adorno de cabeça pré-colombiano devalor incalculável, roubado há quase vinte anos, foi recuperado pelaPolícia no escritório de um advogado em Londres, informaramfontes da Scotland Yard. O ornamento de ouro, que representa um deus marinho, simboliza umpolvo mítico de aspecto felino, com cabeça humana e oito tentáculos. O adorno é considerado um exemplo da arte da civilização Mochica, e data de aproximadamente 700 anos depois de Cristo. Esse tesouro nacional peruano desapareceu em 1988, após o saquede um túmulo no vale de Jequetepeque, norte do Peru. Os objetosroubados foram vendidos no mercado negro. Fontes diplomáticas peruanas disseram que a recuperação doobjeto é fruto de um trabalho conjunto da Unidade de Arte eAntiguidades da Polícia Metropolitana britânica com a Interpol, eafirmaram que será devolvido em breve ao país. "Este é um momento muito importante na luta mundial contra ocomércio ilegal de arte", disse o diretor da Tumbas Reais do Museude Sipán, no Peru, Walter Alva. "Estamos falando de um objeto arqueológico de enorme importânciahistórica e estética, um dos ornamentos mais importantes das antigasculturas peruanas", acrescentou. Segundo Alva, "não há atualmente nenhum ornamento de importânciasemelhante nos museus peruanos".

Agencia Estado,

17 de agosto de 2006 | 17h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.