Tiger Woods assume responsabilidade por acidente de carro

O golfista Tiger Woods assumiu no domingo total responsabilidade pela colisão que lhe deixou levemente ferido em frente à garagem da sua casa na Flórida, e afirmou que sua mulher agiu corajosamente para ajudá-lo, contrariando versões de que ela o teria agredido.

BARBARA LISTON, REUTERS

30 de novembro de 2009 | 10h46

Woods, no entanto, cancelou novamente uma entrevista com autoridades que investigam o caso.

O maior golfista do mundo disse que pretende manter reserva sobre detalhes do incidente, ocorrido na madrugada de sexta-feira, quando seu utilitário Cadillac Escalade bateu em uma árvore e um hidrante de incêndio na porta da sua casa. Woods chegou a ser hospitalizado com lesões no rosto, mas foi liberado em seguida.

A Patrulha Rodoviária da Flórida disse que o caso ainda está sendo investigado.

"Esta situação é culpa minha, e obviamente é constrangedor para a minha família e para mim", disse Woods, de 33 anos, em seu site oficial (http://web.tigerwoods.com). "Sou humano e não sou perfeito. Certamente garantirei que isso não se repita."

"Esse é um assunto privado e quero que permaneça assim. Embora eu entenda que há curiosidade, os muitos rumores falsos, infundados e maliciosos que estão atualmente circulando sobre minha família e mim são irresponsáveis."

Tabloides e sites de celebridades dizem que Woods e sua mulher estavam discutindo antes do acidente. Daniel Saylor, chefe da polícia local, disse à CNN que ao chegar ao local seus agentes encontraram Woods sangrando pela boca, pois a mulher dele, a sueca Elin Nordegren, teria usado um taco de golfe para quebrar o parabrisas do carro e agredi-lo. A imprensa diz que o motivo da agressão teria sido ciúme.

Em nota no domingo, Woods disse que Elin "agiu corajosamente quando me viu machucado e em apuros". "Ela foi a primeira pessoa a me ajudar. E qualquer outra afirmação é absolutamente falsa. O incidente foi estressante e muito difícil para Elin, para nossa família e para mim", disse Woods, agradecendo a preocupação das pessoas e reiterando o pedido de privacidade.

Woods e Elin estão casados desde 2004 e têm dois filhos pequenos.

Tudo o que sabemos sobre:
GOLFEWOODSACIDENTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.