TIM quer lançar serviço fixo de telefonia até o fim do ano

Presidente da operadora de celular adiantou planos da companhia nesta segunda-feira

Agência Estado

27 Agosto 2007 | 15h29

A TIM Participações prepara o lançamento comercial de sua licença para o Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC) "até o fim do ano", informou nesta segunda-feira, 27, o presidente da operadora móvel, Mário César de Araújo.   Dizendo ser uma informação estratégica, ele não quis detalhar como a TIM pretende explorar sua licença, concedida em junho passado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Revelou apenas que o lançamento não abrangerá toda a área de cobertura no território nacional - será parcial.   Fontes dizem que a TIM utilizará a mesma infra-estrutura com a qual trabalha hoje, de estações radiobase. O aparelho será o mesmo para os serviços fixos ou móveis, que precisarão de um chip especial para operar com números diferentes.   Espera-se que a entrada da operadora na telefonia fixa local apimente a disputa hoje quase inexistente neste mercado, onde há somente 260 municípios com mais de uma prestadora fixa em atividade, o que abrange 52% da população do País.   Para atrair os clientes da telefonia fixa, a TIM oferece, desde setembro do ano passado, o TIM Casa. Por meio deste plano, o assinante contrata um pacote de minutos e paga tarifas próximas às da telefonia fixa convencional quando está na área residencial.   Ele participou hoje do seminário Projeto Brasil Regulamentação das Comunicações no Brasil, promovido nesta segunda-feira na capital paulista.

Mais conteúdo sobre:
Telefonia TIM Claro Vivo Oi Telefonica Embratel

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.