Tiroteio interrompe circulação de metrô no Rio

Um tiroteio entre policiais militares e criminosos no Morro do Juramento, no subúrbio do Rio de Janeiro, interrompeu hoje de manhã nos dois sentidos, durante cerca de 20 minutos, a circulação dos trens da Linha 2 do metrô, entre as estações de Tomás Coelho e Vicente de Carvalho. Não há informações sobre feridos e mortos, de acordo com a Polícia Militar (PM). Segundo a assessoria do Metrô, os trens já voltaram a circular normalmente.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

03 Julho 2009 | 12h06

A troca de tiros teve início por volta das 11 horas, quando os policiais do 9º Batalhão da Polícia Militar (BPM), de Rocha Miranda, foram ao local para averiguar uma denúncia. Ao chegarem, foram recebidos a bala. A circulação de trens foi interrompida por motivo de segurança, de acordo com a assessoria do Metrô. Após o início da troca de tiros, a venda dos bilhetes foi paralisada e o dinheiro das passagens foi devolvido aos usuários que não queriam esperar a volta da circulação.

Mais conteúdo sobre:
tiroteio circulação metrô Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.