Tiroteio leva pânico ao maior shopping de Goiânia

Tiros disparados durante uma tentativa de assalto a uma joalheria do Shopping Flamboyant, o maior de Goiânia, causaram pânico entre os frequentadores do local no início da tarde desta segunda-feira, 09. Três homens dispararam contra um segurança do shopping quando foram pegos arrombando a joalheria no piso 1.

MARÍLIA ASSUNÇÃO, ESPECIAL PARA AE, Agência Estado

09 de setembro de 2013 | 18h26

O segurança revidou e, após cerca de 15 disparos das duas partes, os bandidos fugiram em um táxi Corsa sedan, fazendo o motorista de refém. Ele foi liberado no trecho urbano da BR 153, perto do centro de compras. O trio é procurado pela Polícia Militar.

Ninguém ficou ferido durante a troca de tiros, segundo nota divulgada pelo shopping. Mas, durante o tiroteio que deixou marcas pelos corredores e paredes, os clientes do piso 1 entraram em desespero e saíram correndo para dentro de lojas e de um salão de beleza. Vários lojistas trancaram as portas e quem estava no corredor acabou se jogando no chão. Cuidadoras de um espaço infantil recolheram uma criança que estava sob os cuidados delas e saíram correndo.

Segundo a nota do shopping, os três assaltantes estavam armados e entraram no local por volta das 13h para roubar uma joalheria, localizada próximo à entrada principal. Os prejuízos ainda estão sendo avaliados. Por volta de 14h40, o shopping havia reaberto. "Em caso de assalto, a orientação é não reagir, mas em situações onde não envolvam riscos aos frequentadores, os seguranças armados são treinados para inibir os criminosos", informou a nota.

Mais conteúdo sobre:
TiroteioshoppingGoiânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.