TJ-BA pede afastamento de policiais acusados de tortura

A Justiça baiana determinou, por meio de liminar, o afastamento do delegado titular da 1ª Circunscrição Policial de Porto Seguro (BA), Robério Reis, e dos agentes Norma Lúcia de Jesus, Alessandro Carvalho, Jorge Alves dos Santos e Uberlan Mendes, acusados de tortura contra presos. Segundo a acusação, os agentes obrigaram os 130 detidos da unidade - entre eles mulheres e adolescentes - a ficarem nus durante todo o mês de janeiro, como forma de punição. A liminar, expedida ontem pela juíza Nemora Janssen, acolhe denúncia feita pelo promotor Dioneles Santana Filho, do Ministério Público baiano. O promotor acrexcenta que muitos dos presos afirmam ter sofrido espancamentos diários.

TIAGO DÉCIMO, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2008 | 17h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.