TJ obriga Bahia a indenizar paciente com HIV

O Estado da Bahia foi condenado pelo Tribunal de Justiça a indenizar uma adolescente de 15 anos que contraiu o vírus HIV durante uma transfusão de sangue no Hospital Roberto Santos, em Salvador, em 1998. Ela contraiu o vírus durante um tratamento para anemia, quando tinha 2 anos e 8 meses, e hoje faz tratamento contra a aids.

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

25 de julho de 2012 | 12h10

A sentença, do desembargador Salomão Resedá, obriga o Estado a pagar indenização de R$ 100 mil, além de uma pensão vitalícia de quatro salários mínimos (cerca de R$ 2,5 mil) à adolescente. O processo corre na Justiça desde 2005 e a família já havia obtido ganho de causa em primeira instância, em 2010, mas o governo recorreu. A Procuradoria Geral do Estado informou que vai recorrer novamente da decisão, desta vez ao Superior Tribunal de Justiça, em Brasília.

Tudo o que sabemos sobre:
saúdeaidsHIVBahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.