TJ-RJ condena mais quatro de grupo de milicianos

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) condenou mais quatro supostos integrantes da milícia Liga da Justiça, que eram comandados por Ricardo Teixeira Cruz, o "Batman", já preso e cumprindo pena. A decisão foi da juíza Alessandra Bilac Moreira Pinto, da 42ª Vara Criminal da capital, que condenou a sete anos e quatro meses de reclusão em regime inicialmente fechado os traficantes Renato Lima do Espírito Santo, João Carlos de Oliveira Rosa e Bruno Luiz Pereira.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

19 de abril de 2011 | 16h00

Já Ricardo Coelho da Silva, conhecido como "Cadinho" ou "Cara Torta", foi condenado a nove anos de reclusão. Ele ocupava uma posição de destaque na hierarquia da quadrilha e, após a prisão dos milicianos Batman e Maciel, passou a comandar a quadrilha junto com Toni Angelo de Souza Aguiar, policial militar excluído da corporação, já condenado e foragido até hoje.

O grupo agia em várias localidades da zona oeste do Rio e mesmo em municípios como Nova Iguaçu, cometendo vários crimes, como homicídio qualificado, extorsão, corrupção ativa, concussão, posse e porte ilegais de armas de fogo de uso permitido e de uso restrito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.