TJ-SP manda soltar delegado que cobrava para investigar

O Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu na segunda-feira liberdade ao delegado Alexandre Gomes Nogueira, plantonista do 9º Distrito Policial de Campinas, suspeito de corrupção ativa e extorsão. Segundo o Tribunal de Justiça, o alvará de soltura foi expedido e o delegado, que deve ser solto hoje, responderá pelos crimes em liberdade. Nogueira pode pegar até 22 anos de prisão.

PRISCILA TRINDADE, Agencia Estado

29 Julho 2009 | 14h37

O delegado foi preso em flagrante dia 13 deste mês após a Corregedoria da Polícia Civil de Campinas receber uma denúncia de que ele cobrava R$ 1 mil para investigar um caso. O flagrante foi feito com ajuda de uma vítima de extorsão que marcou encontro com Nogueira para entregar o dinheiro pedido. O delegado iria investigar um roubo.

Mais conteúdo sobre:
TJ-SP delegado extorsão

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.