TJ-SP nega pedido de liberdade a policial investigado

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou hoje, por unanimidade, a revogação da prisão preventiva de um investigador de polícia acusado de participar de esquema com máquinas caça-níqueis em Guarulhos (SP).

PEDRO DA ROCHA, Agência Estado

24 de fevereiro de 2011 | 21h12

Segundo a denúncia, o agente e mais 18 pessoas foram indiciados por participarem de esquema de corrupção, em que recebiam propina para não apreender máquinas caça-níqueis. O investigador foi preso após interceptação telefônica que demonstrou sua ligação com outros envolvidos no esquema. O policial pediu a revogação do pedido de prisão preventiva ao juiz da 5ª Vara Criminal de Guarulhos.

Tudo o que sabemos sobre:
TJ-SPcorrupçãopolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.