TJ tira de site decisão do caso das trigêmeas

O Tribunal de Justiça do Paraná tornou ontem indisponível o acesso aos diários eletrônicos da Justiça de 14, 16 e 24 de março, em que foram publicadas as decisões do desembargador Ruy Muggiati, da 11.ª Câmara Cível de Curitiba. Nelas, Muggiati negava habeas corpus impetrado pela advogada Margareth Zanardini em favor dos pais das trigêmeas que estão em um abrigo por determinação judicial.

Evandro Fadel / CURITIBA, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2011 | 00h00

A guarda das crianças foi retirada depois que os pais manifestaram a intenção de dar um dos bebês para adoção.

O caso corre em segredo de Justiça, mas a decisão de Muggiati foi publicada nos diários, com os prenomes dos pais e as iniciais das crianças. A assessoria do TJ disse que o despacho foi publicado de "forma indevida".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.