TNT Express vende negócio rodoviário na China para o fundo CITIC

A empresa holandesa de encomendas TNT Express vendeu a Hoau, seu negócio rodoviário na China, para o fundo CITIC Private Equity, num momento em que volta a se concentrar em suas atividades europeias depois de uma mal-sucedida tentativa de aquisição por uma concorrente dos Estados Unidos.

Reuters

28 de março de 2013 | 11h38

A empresa holandesa de encomendas expressas foi forçada a pensar em uma estratégia solitária neste ano após a Comissão Europeia, reguladora do mercado europeu, bloquear em janeiro a oferta de aquisição no valor de 7 bilhões de dólares da rival norte-americana United Parcel Service, por conta de preocupações com a competição.

A TNT não deu detalhes financeiros do acordo para vender a Hoau, mas analistas estimaram que a rede da empresa valha cerca de 70 milhões de euros (90 milhões de dólares).

A TNT Express afirmou no mês passado que venderia suas operações domésticas na China e no Brasil de modo a melhorar a lucratividade após obter prejuízos em 2012 e 2011.

Assim que a venda da Hoau for concluída, a TNT Express vai continuar a desenvolver seu serviço de entrega expressa internacional para e a partir da China, onde a companhia holandesa tem uma rede própria de 36 depósitos, afirmou a companhia.

(Por Gilbert Kreijger)

Tudo o que sabemos sobre:
TRANSPORTESTNTEXPRESSCHINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.