Todas as safras de Salton Talento

Os vinhos são cortes de Cabernet Sauvigon, Merlot e Tannat, com predomínio da Cabernet (cerca de 60%). A Merlot entra com 30% e a Tannat, 10%.

O Estado de S.Paulo

01 Setembro 2011 | 00h39

Esses porcentuais variam ligeiramente conforme o ano, dependendo do desempenho de cada uva na safra.

Em anos em que a qualidade das uvas não atingiu o desejado, o vinho não foi produzido.

O (2002) tem um nariz proteico, carnudo, ainda muito vivo e atraente. Na boca tem ótima acidez, com taninos bastante finos. É de corpo médio, com retrogosto bem agradável.

O (2004) tem o nariz bem fechado, com um toque picante, leve herbáceo, bem austero. Na boca repete o nariz, não é o mais atraente, parece adormecido.

O (2005) tem um nariz exuberante, bem vinhoso, toque mineral, alcatrão. Na boca é delicioso, bom de beber, amargo final bem elegante, taninos muito finos.

O (2006) foi meu favorito. Começa com um tostado da madeira, que logo passa a mostrar um floral e leve mineralidade. Na boca tem taninos macios, boa presença, longo e quase mastigável.

O (2007) tem muito alcaçuz no nariz, casca de laranja seca e tostado. É bem jovem. Na boca é macio, com boa acidez e equilíbrio. Toque de chocolate amargo e taninos presentes, mas um conjunto harmônico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.