Todos os voos de Buenos Aires continuam cancelados

Todos os voos dos aeroportos de Buenos Aires estão cancelados até a manhã de sexta-feira, segundo comunicado das companhias aéreas Aerolíneas Argentinas, Austral e LAN. A decisão foi tomada por razão de segurança e as demais companhias que operam nos aeroportos de Ezeiza e Aeroparque, os principais da capital argentina, acompanharam. O motivo para o cancelamento dos voos é a nuvem de cinzas vulcânicas que paira sobre a capital federal e a região metropolitana.

MARINA GUIMARÃES, Agência Estado

09 Junho 2011 | 19h15

O vulcão chileno Puyehue, encravado na fronteira com a Argentina, entrou em atividade no último sábado e, desde então, não parou de expelir partículas, que afetam a Patagônia argentina.

A nuvem de cinzas e areia já havia passado por Buenos Aires na última terça-feira, provocando o cancelamento dos voos. No dia seguinte, os voos foram reprogramados, mas outra nuvem voltou a abater o céu portenho, na manhã desta quinta-feira. Em princípio, as companhias esperavam poder retomar as operações por volta das 17 horas, mas o Serviço Nacional de Meteorologia (SNM) argentino estimou que a nuvem poderia ser dissipada somente nas primeiras horas da manhã. Como trata-se de um fenômeno natural, dependerá da direção e velocidade dos ventos, explicou o secretário de Transportes, Juan Pablo Schiavi.

As cinzas vulcânicas, que são uma espécie de areia, foram sopradas pelos ventos provenientes do sul do país, que está seriamente afetado pelo fenômeno. Um comitê de crise, formado por representantes da Secretaria de Transporte, da Administração Nacional de Aviação Civil, das companhias aéreas e do Serviço Nacional de Meteorologia da Argentina, se reunirá na sexta-feira pela manhã para avaliar a situação.

Mais conteúdo sobre:
aeroportos vulcão voos Argentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.