Toffoli nega liminar a juiz de Mato Grosso

Judiciário

, O Estadao de S.Paulo

20 de novembro de 2009 | 00h00

O ministro José Antônio Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, manteve suspenso o pagamento de auxílio-transporte a um juiz de Mato Grosso. Mediante mandado de segurança no STF, o juiz pretendia derrubar a determinação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O ministro afirmou que há necessidade de mais informações do CNJ para estabelecer o contraditório. Segundo ele, as alegações genéricas não são suficientes ao convencimento para a concessão da liminar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.