Tom de voz transmite mais informação do que se pensava

Que o tom de voz transmite informações importantes, todo mundo sabe: "Belo carro", dito com admiração ou sarcasmo, pode significar coisas totalmente diferentes. Mas será que o padrão de voz pode transmitir outros tipos de informação, como onde o carro está ou para onde ele está indo?Para descobrir, a equipe do psicólogo Howard Nusbaum, da Universidade de Chicago, pediu a 24 estudantes que descrevessem o movimento de um ponto por uma tela. Os estudantes foram orientados a usar uma de duas frases - "está subindo" ou "está descendo". A equipe determinou que, quando os estudantes diziam "subindo", o tom da voz era, em média 6 hertz mais alto do que em "descendo". O mesmo ocorreu quando outros 24 estudantes leram frases de uma tela de computador, indicando que as pessoas mudam o som da voz de acordo com a informação direcional contida nas palavras. Em outro experimento, os cientistas alteraram a velocidade dos pontos na tela, e descobriram que os estudantes falavam mais rápido quanto os pontos iam depressa.Para saber se o ouvinte detecta essas pistas embutidas na voz, os pesquisadores pediram que voluntários escutassem a gravações dos estudantes que haviam participado do experimento do ponto acelerado. Os voluntários acertaram se o ponto estava indo mais depressa ou mais devagar em 63% das vezes, indicando que a informação "escondida" na velocidade da fala estava sendo percebida.

Agencia Estado,

21 de julho de 2006 | 18h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.