Tom Maior encerra desfile marcado por problemas

Carro abre-alas quebrou na concentração e provocou atraso; mesmo assim, escola cumpriu tempo

Bárbara Ferreira Santos, Bruno Ribeiro, Circe Bonatelli e Wladimir D'andrade, O Estado de S. Paulo

01 Março 2014 | 07h17

Em um desfile marcado por problemas, a Tom Maior encerrou a primeira noite de desfiles do carnaval de São Paulo, já na manhã deste sábado, dia 1º. A escola, que fez uma homenagem à cidade de Foz do Iguaçu, teve problemas com seu carro abre-alas, que quebrou ainda na concentração. Para colocá-lo na avenida, foi preciso usar duas empilhadeiras e houve até mesmo um princípio de confusão entre integrantes da escola e um funcionário da Prefeitura.

Na avenida, a escola mostrou carros alegóricos e fantasias que se referiam à natureza de Foz, especialmente suas quedas d''água e corredeiras. A última ala da Tom Maior entrou na passarela faltando apenas 15 minutos para encerrar o desfile, em função dos problemas com o carro abre-alas. Ainda assim, a escola cumpriu com o tempo de desfile.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.